Poesias no 7° Ano A – Profª Fátima Mourão

Antigamente

Antigamente tinha lindos olhos,

era feliz com o meu corpo.

Ia para as baladas e festas.

Fazia compras no shopping.

Mas hoje infelizmente fui ficando velho,

magro e com olhos tristes e vazios

e com lábios amargos,

minhas forças hoje estão fracas.

Não sou mais aquele de antigamente.

Pedro Henrique

Transformação

Eu sou jovem, não tenho rugas,

nem meus olhos estão vazios

nem meus membros estão sem forças.

Será que quando envelhecer

Serei assim?

Tenho que me cuidar.

Posso me tornar infeliz desse jeito.

Será?

Maik Sousa

Velhice

A juventude se foi;

a velhice me tocou,

me tornou o que eu não

queria ser. […]

Sem forças para lutar…

Contra as doenças

Que me fizeram morrer.

Joyce Ribeiro

Ser

Eu quero ser quando

crescer, “grande”.

Mas principalmente, eu quero

ser, o que eu vou ser quando

eu crescer.

Joyce Ribeiro

Juventude

Eu não tinha este rosto de hoje,

assim agitado, assim alegre, assim gordo,

nem estes olhos cheios de amor,

nem estes lábios doces.

Eu não tinha estas mãos com tantas

forças, tão mexidas e quentes e vivas,

eu não tinha este coração

que se mostra tanto

eu não dei por esta mudança tão difícil,

tão certa, tão diferente,

em que espelho encontrei minha face?

Cosmo Batista

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: